Abordagem Metodológica

  • Período em análise: trimestral acumulado

  • Fonte de dados:

    • – Dados reportados por cada instituição no Sistema de Informação para Contratualização e Acompanhamento, SIEF, BD GDH, SIGLIC e CTH.

    • – Os dados de demora média esperada foram calculados pela IASIST PT e referem-se à atividade realizada em 2012.

  • Objetos de análise: entidades hospitalares pertencentes ao setor empresarial do estado (exceto Hospitais Psiquiátricos) e PPP.

  • Os grupos de hospitais foram determinados com recurso a clustering hierárquico após standardização de variáveis com capacidade explicativa dos custos e de Análise de Componentes Principais.

  • A eficiência de cada instituição é determinada pela relação de custos com a medida “doente-padrão”. O cálculo do doente padrão baseia-se na transformação da atividade hospitalar por natureza heterogénea numa unidade de produção única de forma a possibilitar o exercício de comparação entre entidades. Importa esclarecer que o cálculo de doente padrão não incorpora especificidades particulares e toda a carteira de serviços das entidades hospitalares pelo que qualquer análise de dados deve considerar uma análise mais profunda de nível micro.

    • – As poupanças estimadas para cada tipologia de custos são indicativas e não são cumulativas, refletindo apenas o posicionamento de cada instituição face à instituição mais eficiente do grupo.

Copyright 2013 © Todos os direitos reservados